Como vender minhas ideias?

Tão importante quanto uma boa ideia ou um projeto de pequeno, médio ou de grande porte é a capacidade que você possui para se expressar.

Sentir-se à vontade diante de uma plateia sendo em uma pequena reunião, em um almoço de negócios ou em um auditório lotado pode ser mais satisfatório quando se está preparado para explicar seu ponto de vista com clareza e persuasão.

“O sábio nunca diz tudo o que pensa, mas pensa sempre tudo o que diz” (Aristóteles)

Para sermos mais assertivos, vamos focar no exemplo:

Case: Reunião com a diretoria

O Antes é muito mais importante do que o Durante:

Antes da reunião, é preciso planejar para não falhar!

Para que sua assertividade possa de fato vender seu projeto, elaborei um mini roteiro para que você encontre a assertividade que deseja para influenciar e conseguir a aprovação que deseja.

Porquê e Para que estou ali? O que a empresa ganhará com meu projeto?

Hoje em dia as pessoas estão com menos tempo e mais objetivas. Por isso tenha pelo menos 10 benefícios de seu projeto para que os presentes não tenham dúvidas de quanto vale a pena te ouvir.

Quem será seu público? Quantas pessoas estarão presentes?

Se você não tiver essa informação, sua apresentação poderá ir por água abaixo.

Certa vez em uma empresa, um consultor foi cobrir emergencialmente outro que teve um problema particular e não poderia comparecer a uma importante apresentação da empresa que eles representavam para cinco diretores decisores.

Ao chegar, o consultor substituto percebeu que um detalhe não tinha sido informado a ele: eles eram americanos e o consultor não dominava a língua inglesa!

O resultado? Perderam o projeto por despreparo!

Como eles geralmente pensam ou agem? Baseados em outras interações?

Uma grande dica é observar quem são e como agem durante as discussões. Quem fala mais? Quem é mais direto? Onde pode criar polêmicas?

Isso serve para que você possa antever os possíveis questionamentos ou barreiras.

Qual o nível de entrada que você possui com eles?

Se você é mais Samambaia do que participante nas reuniões, meu conselho é que você tenha nos presentes algum padrinho que já tenha visto o projeto e acredite nele. Essa pessoa pode introduzir o assunto, além de te ajudar de maneira consultiva.

Isso dará a ideia de que realmente você possui algo importante para apresentar.

Qual é o nível de assertividade do meu projeto?

Você tem noção de quantos assuntos uma diretoria tem em pauta, quantas decisões ou qual o tamanho da pressão que eles sofrem do conselho? Pois é, se o projeto não for assertivo eles irão se desligar facilmente do que você estará apresentando.

Quanto tempo você terá para apresentar?

A Unidade de tempo é muito relativa. Baseada em minha experiência em posições de Diretoria, o discurso é praticamente o mesmo: “Não tenho tempo, tenho apenas alguns minutos!”

Por isso sempre tenho 3 níveis de apresentações:

Mais objetiva: Entre 8 / 10 minutos;

Um pouco mais aprofundada: Entre 15 / 30 Minutos;

Aprofundada: Com 30 / 1:00 de apresentação.

Lembrando que eu sempre possuo conteúdo para falar durante 2 horas se for preciso. Porém, o foco ali não sou eu, é o outro e quanto tempo ele está disposto a ouvir.

Quando eles se interessam, o discurso de “tenho tantos minutos” muda para o de “avise tal pessoa que irei atrasar” ou “cancele minha próxima reunião”.

Quais recursos poderei usar? Datashow? Impressos? Power Point?

Ao mesmo tempo que sou um apaixonado por tecnologia, Power Point, Prezi e outras formas de apresentação, acredito que você deva usá-los com moderação para que você não acabe ofuscado por eles.

A atenção das pessoas deve estar em você e os recursos devem apenas te apoiar e não ser a muleta de sobrevivência na jaula dos leões.

Estudado e se prepare muito para que possíveis falhas, como o de o Datashow ou o notebook não funcionar, não atrapalhem suas apresentações.

Lembre-se que seu público compra o que você vende e você é o que vende!

Quanto você pode investir em ensaios?

Steve Jobs, ensaiava cerca de 8 horas antes de seus discursos.

O valor da preparação é muito alto e vital para o sucesso. Quanto mais horas investidas na preparação, menor será a desconexão com seu projeto.

Para exemplificar isso, lembre-se de quantas colas você elaborou para levar nas provas finais e não usou!

Você pode gravar o áudio e vídeo de seus ensaios e assisti-los para identificar sotaques, gestos, vícios de linguagem que possam ser facilmente identificados e corrigidos.

Conclusão

Esse é o primeiro de vários artigos sobre o tema de como vender suas ideias. Por isso, não adianta passar os demais passos se você não fizer o básico.

Silvio Santos não se tornou um sensacional apresentador da noite para o dia e certamente você também passará por uma curva de aprendizados.

Tenha sempre em mente dois princípios básicos:

– Sabedoria é muitas vezes mais importante do que conhecimento.

– Neste primeiro momento, focar no como atrair a atenção.

Até a próxima!

Por Cae Nobrega, Coach, Palestrante e Gerente de Conteúdo da Sociedade Brasileira de PNL

Conteúdo relacionado

document.addEventListener('wpcf7mailsent', function( event ) { location = 'https://ceodofuturo.org.br/obrigado/'; }, false );